|
2017 - Mensagem de Páscoa de Sri Mrinalini Mata

2017 - Mensagem de Páscoa de Sri Mrinalini Mata

Jesus Christ

“Ó Espírito, ordena à minha alma que se erga do sepulcro da pequenez para a vastidão de Tua onipresença. Eleva sua consciência encerrada na matéria, conduzindo-a para a liberdade onipresente em Ti.”

Paramahansa Yogananda  

Que durante esta época abençoada da Páscoa, ao refletir sobre a inspiração da vida divina e ressurreição gloriosa de Cristo, ela possa reavivar em seu interior a lembrança do infinito potencial de suas próprias almas e motivá-los a buscar com maior zelo a liberdade plena de alegria que ele conquistou. Jamais duvidem de sua capacidade de ser bem-sucedidos, pois Deus nos proveu a todos com o poder da mente e da vontade para nos erguer acima da identificação com o corpo e com as tendências da natureza humana. Ele também nos deu o exemplo daqueles que, tal como o Senhor Jesus, demonstraram que, embora tenhamos de vivenciar as dualidades do mundo, não precisamos ser dominados por elas.

É o nosso ambiente interior – se optamos por viver na vasta liberdade e plena abrangência da percepção de Deus ou na pequena e restrita esfera da consciência do ego – o que determina, mais do que qualquer condição externa, o grau de paz, felicidade e realização espiritual que alcançamos. A mensagem libertadora da Páscoa nos reassegura que somos seres de luz e alegria imortais e que jamais poderemos ser permanentemente confinados no casulo da consciência do ego. A Consciência Crística presente dentro de nós está sempre nos atraindo à nossa própria ressurreição por meio de nossas aspirações espirituais, mediante as verdades universais exemplificadas pelas almas unidas a Deus e especialmente através de nossas experiências no campo de provas da vida diária.

Gurudeva referiu-se à ressurreição como “a arte de emergir daquilo que somos, transformando-nos naquilo que seremos no futuro”, e nos disse: “Sempre que você abandona uma fraqueza, sentindo-se feliz em ser bom, Cristo ressuscita outra vez. Você pode trazer a Consciência Crística ao seu interior neste exato momento (…).” Essa liberdade divina é conquistada por intermédio de muitas pequenas vitórias. Cristo nos mostra o caminho ao lembrar-nos que devemos amar a Deus com todo o nosso coração, mente, alma e forças, e amar ao próximo como a nós mesmos. Ao comungar com Deus e desenvolver um relacionamento íntimo e amoroso com Ele – tal como Jesus possuía –, estabelecemos uma conexão com a Fonte infinita de nosso ser; e os relacionamentos humanos também se destinam a expandir nossa consciência para além de nossas próprias necessidades e carências. Nossa divindade inata desabrocha quando – em vez de termos a expectativa de receber dos demais – nos tornamos doadores de amor, compreensão e perdão. A maneira de agir do mundo implica em retaliação e ciclos infindáveis de vingança; o caminho do amor crístico é o que traz cura aos nossos corações e aos demais.

Quanto mais meditarmos profundamente e vivermos segundo os princípios de Cristo, mais comprovaremos que os grilhões de maya e do ego se dissolvem na realidade gloriosa da presença de Deus, que a tudo satisfaz. Ao ressuscitarmos para essa consciência, e à medida que o amor divino manifestado por Jesus flua de modo crescente através de nossa vida, cada um de nós estará cumprindo a sua parte para ressuscitar a influência da luz de Deus neste mundo.


Uma Páscoa alegre e abençoada para vocês e os que lhes são caros,

Mrinalini Mata's Signature

Sri Mrinalini Mata

Copyright © Self-Realization Fellowship. Todos os direitos reservados