|
Regresso à Índia
Regresso à Índia

Sri Yukteswar e Paramahansa Yogananda, em 1935Em 1935, Yogananda voltou à Índia para uma última visita ao seu grande guru (à direita). (Sri Yukteswar faleceu em 9 de março de 1936). Viajando de navio e automóvel pela Europa, Palestina e Egito, ele chegou a Bombaim no verão de 1935.

Pintura de Paramahansa Yogananda na ÍndiaDurante o ano passado em seu país natal, ele deu aulas e iniciações em Kriya Yoga em várias cidades do subcontinente. Além disso, teve a satisfação de se encontrar com Mahatma Gandhi, que pediu para ser iniciado em Kriya Yoga; também se encontrou com Sir C.V. Raman, prêmio Nobel em Física, e com algumas das figuras espirituais mais famosas da Índia, como Ramana Maharshi e Anandamoyi Ma.

Nessa época Sri Yukteswar lhe concedeu o título espiritual mais elevado da Índia: paramahansa; literalmente, “cisne supremo” (símbolo de discernimento espiritual). O título significa que seu portador alcançou o nível mais elevado de união com Deus.

Paramahansa Yogananda e Mahatma Gandhi, em 1935Yogananda também estabeleceu firmemente as bases da sua obra naquele país, a Yogoda Satsanga Society of India, durante sua estada na Índia. A partir da sede às margens do rio Ganges em Dakshineswar (abaixo à esquerda) perto de Calcutá e a partir do ashram original de Ranchi, a sociedade continua se desenvolvendo até o dia de hoje – com escolas, ashrams, centros de meditação e obras de caridade em toda a Índia.Sede central da Yogoda Satsanga Society, em Dakshineswar, Índia

 

No final de 1936 Yogananda voltou aos Estados Unidos, onde permaneceu até o fim da vida.

 

 

 

 

Back to previous page
5 de 7
Forward to Next Page

 

 

 

gold lotus rule

Ler mais sobre a Autobiografia de um Iogue, um dos mais aclamados clássicos da literatura espiritual.

Copyright © Self-Realization Fellowship. Todos os direitos reservados