|

 

In Memoriam: Sri Daya Mata
(31 de janeiro de 1914 – 30 de novembro de 2010)

Mensagem Especial do Conselho de Diretores da Self-Realization Fellowship

1º de dezembro de 2010

 

Sri Daya MataQueridos,

Em 30 de novembro de 2010, nossa amada Sri Daya Mataji, Presidente e Sanghamata da Self-Realization Fellowship/Yogoda Satsanga Society of India, deixou em paz sua forma mortal. Sua vida, tão radiante da luz e do amor de Deus, uniu-se ao imenso oceano do amor onipresente Dele. Somos imensamente gratos à Mãe Divina por ter permitido que ela permanecesse durante todos estes anos, abençoando este mundo com seu amor e compaixão maternais, que tocaram as vidas de todos nós. Nossos corações ainda anseiam por tê-la conosco. Entretanto, não macularíamos com tristeza a alegria celestial das divinas boas-vindas que ela recebeu no reino que está para além deste mundo, nem relutaríamos em reconhecer a bem-aventurança inimaginável que a alma dela agora experimenta por ter cumprido de maneira tão nobre, valorosa e perfeita as imensas responsabilidades espirituais que Gurudeva colocou em seus ombros.

Desde o início, quando ela entrou no ashram como uma tímida moça de dezessete anos, Guruji reconheceu nela uma discípula em quem ele poderia depositar sua total confiança – uma verdadeira devota que ansiava por Deus acima de tudo, que seria o “ovo de indez” de sua obra e mãe para inumeráveis almas no caminho espiritual. Por meio da receptividade do coração dela, ele guiou o desenvolvimento de sua vida, infundindo-lhe a força espiritual que a capacitou a enfrentar, com absoluta fé em Deus e o desejo exclusivo de fazer a vontade de seu Guru, todos os desafios que os anos lhe haveriam de trazer. Com o passar dos anos, ela deu à obra dele um alicerce firme, tanto no Oriente quanto no Ocidente, dirigindo-a em completa sintonia com o espírito e a intenção do Guru. Com fidelidade, ela registrou as palavras de sabedoria dele e preservou resolutamente a pureza de seus ensinamentos sagrados para todas as futuras gerações de devotos.

Nossa amada Daya Mataji insuflou o anseio por Deus em nossos corações, tal qual Gurudeva despertou nela esse mesmo anseio, vivendo ao máximo as palavras dele: “Embriague-se tanto com o amor de Deus que de nada saberá a não ser Dele; e ofereça esse amor a todos”. Imersa nessa jubilosa consciência, ela se solidarizava com todos os filhos de Deus. Pessoas de todas as partes do mundo compartilhavam com ela seus sentimentos mais profundos e suas preocupações, e ela, com o terno amor da Mãe Divina, amparava a todos em seus pensamentos e orações. Por intermédio de seu coração solidário muitos sentiram, talvez pela primeira vez, o que significava ser amado incondicionalmente. Ela queria apenas servir e nunca pensava em si mesma. Seu único pensamento era: “Como posso ajudar essa alma?”

A essência de seu ser era o próprio amor, e nossas almas correspondiam profundamente. Com reverente gratidão pela bênção de sua vida, prostramo-nos diante de Deus e do Guru. E convidamos vocês a participarem de nossas orações, enquanto espargimos interiormente, sobre o caminho de sua alma, as flores de nossa gratidão por tudo que ela deu a cada um de nós, à obra do Guru e a este mundo. Honremos a nossa amada Ma, seguindo em frente com a coragem e o entusiasmo divino que ela inculcou em nós, depositando a seus pés o maior tributo: nossa determinação de seguir o seu exemplo, de viver de maneira divina, de amar a Deus abnegadamente e de nos amarmos uns aos outros como partes Dele. Com os laços invisíveis do amor mais puro, nós a conservaremos em nossos corações até o dia em que voltaremos a nos encontrar na alegria ilimitada de Deus.

Em amizade divina,

Miralini Mata's Signature

Mrinalini Mata, Vice-presidente
Em nome do Conselho de Diretores da SRF e da YSS

Leia mais informações a respeito dos serviços em sua memória, etc, aqui.

Shop Bookstore   |   eNews   |     Donate   |   Contact Us   |   Sitemap   |   Audio Video Index   |   Privacy Policy   |   Terms of Use  
Copyright © Self-Realization Fellowship. All Rights Reserved.