|
O que é realmente a Yoga?

 

Woman with swanA maioria das pessoas se acostumou a buscar realização nas coisas exteriores. Vivemos num mundo que nos condiciona a acreditar que as coisas externas nos darão o que queremos. Mas o tempo sempre mostra que não há nada lá fora que consiga preencher por completo nosso profundo anseio daquele “algo mais”. Mesmo assim, em geral fazemos um esforço enorme para chegar a alguma coisa que sempre parece estar além de nosso alcance. Ficamos envolvidos no fazer e não no ser; nos envolvemos na ação e não em estar conscientes. Temos dificuldade em imaginar um estado absoluto de calma e repouso em que pensamentos e sentimentos cessam seu moto-perpétuo de dança. Mas é exatamente nesse estado de quietude que alcançamos um nível de alegria e entendimento que não é possível de outro modo.
Na Bíblia está escrito: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus”. Nestas poucas palavras está a chave da ciência da Yoga. A Yoga é uma antiga ciência espiritual que proporciona meios diretos para acalmar a turbulência natural dos pensamentos e a agitação do corpo, que é o que nos impede de conhecer nossa verdadeira essência.
Em geral a consciência e as energias da pessoa são direcionadas para o exterior e para as coisas mundanas percebidas com os limitados instrumentos dos cinco sentidos. O raciocínio humano se apoia nos dados dos sentidos físicos, que são parciais e muitas vezes enganadores. Precisamos aprender a canalizar os níveis mais profundos e sutis da consciência se quisermos resolver os enigmas da vida: Quem sou eu? Por que estou aqui? Como perceber a verdade?
A Yoga é um processo simples que reverte o fluxo da consciência e da energia – que em geral se exteriorizam – e faz da mente um centro dinâmico de percepção direta que não depende mais da imperfeição dos sentidos. Assim conseguimos realmente perceber a Verdade.
Sage VyasaCom a prática dos métodos passo a passo da Yoga – sem ter como base a fé cega e sem aceitar resultados emocionais – percebemos que estamos unidos ao poder, à inteligência e à alegria – tudo o que é a essência do nosso verdadeiro Eu.
Em eras passadas, muitas técnicas mais elevadas da Yoga não foram compreendidas nem praticadas, dado o limitado conhecimento que havia das forças regentes do universo. Mas hoje a pesquisa científica está mudando velozmente a visão que temos de nós mesmos e do mundo. O conceito materialista tradicional desapareceu quando se descobriu que energia e matéria são essencialmente uma coisa só: toda substância pode ser reduzida a um padrão ou a uma forma de energia, que interage e se interliga com outras formas. Alguns dos físicos mais renomados de hoje vão além, identificando a consciência como o tecido fundamental de tudo. Assim a ciência moderna está confirmando os antigos princípios da yoga que proclamam que o universo é unidade.
O termo “yoga” significa “união”: união da alma ou consciência individual com o Espírito ou Consciência Universal. Muitas pessoas acham que a yoga se limita a exercícios físicos – os asanas ou posturas que nas últimas décadas se popularizaram no mundo todo – mas este é apenas o aspecto mais superficial da profunda ciência de desenvolver o potencial infinito da mente e da alma do ser humano.
A Yoga tem vários caminhos que levam ao objetivo – cada um é um ramo especializado do mesmo sistema abrangente:
Hatha Yoga — sistema de asanas ou posturas físicas cujo propósito maior é purificar e preparar o corpo para a meditação, proporcionando consciência e controle sobre os estados internos.
Karma Yoga — caminho do serviço altruísta sem apego a ações e resultados, considerando tudo e todos como parte do Eu maior e tendo a consciência de que Deus é o Autor.
Mantra Yoga — interiorização da consciência com japa ou repetição dos sons básicos universais que representam determinado aspecto do Espírito.

Bhakti Yoga — devoção de total entrega; a pessoa se esforça por ver e amar a divindade em tudo e todos, assim mantendo um estado de permanente adoração.
Gyana (Jnana) Yoga — caminho da sabedoria, enfatizando o uso da inteligência e do discernimento para alcançar libertação espiritual.
Raja Yoga — caminho régio ou mais elevado, imortalizado por Bhagavan Krishna no Bhagavad Gita e formalmente sistematizado no século 2 a.C. por Patânjali, sábio indiano, combina a essência de todos os outros caminhos.
Paramahansa Yogananda's "God Talks With Arjuna: The Bhagavad Gita"No centro do sistema de Raja Yoga, equilibrando e unificando as diversas abordagens, está a prática de métodos científicos e definidos de meditação que desde o início proporcionam vislumbres do objetivo supremo – a união consciente com o Espírito inexaurível e bem-aventurado.
A abordagem mais rápida e eficaz ao objetivo da Yoga emprega os métodos de meditação que lidam diretamente com energia e consciência. A abordagem direta caracteriza a Kriya Yoga, a forma específica de meditação da Raja Yoga ensinada por Paramahansa Yogananda.
 

 

Copyright © Self-Realization Fellowship. Todos os direitos reservados