|

Reforçando nossa conexão com a eterna Fonte de amor

2 de maio de 2019

Brother Chidananda
Irmão Chidananda, presidente e líder espiritual da Self-Realization Fellowship/Yogoda Satsanga Society of India

As fervorosas orações, minhas e daqueles outros monges e monjas dos ashrams de Paramahansa Yogananda, estão dirigidas a todos os que foram afetados pela série de atos de violência e repletos de ódio que ocorreram no mundo inteiro em meses recentes.

Em ocasiões como esta, todas as nações e comunidades religiosas – a família mundial inteira dos filhos de Deus nesta Terra – precisamos reforçar nossa conexão com a eterna Fonte Divina de amor, harmonia, cura e segurança. Na consciência de nosso parentesco com todas elas, vamos nos concentrar especialmente no fortalecimento do fluxo invisível, mas supremamente poderoso, da graça de Deus para os corações e mentes em toda parte – a graça que se manifesta como aumento de coragem, de fé na bondade essencial da humanidade e como sabedoria e paz interior inabaláveis, por meio das quais podemos enfrentar essas ameaças ao nosso bem-estar individual e coletivo.

Ao observar os acontecimentos atuais através das lentes do entendimento divino – que a experiência real da presença de Deus na meditação e na oração nos trouxe – sentimos automaticamente um afloramento da amabilidade, do cuidado e do apoio recíproco a cada membro de nossa família global. Seja qual for nossa identidade nacional ou religiosa, somos todos filhos de Deus, igualmente amados por Ele, e nosso próprio bem-estar está interligado com o bem de todos. Aos membros de nosso Círculo Mundial de Orações, e também às pessoas de boa vontade em toda parte, eu estimulo que nos unamos num esforço consciente de oração para abrir novos canais de amor e sabedoria a fim de ajudar e curar aqueles que sofreram e os que provocaram esse sofrimento.

Ainda que estejamos numa era ascendente e saibamos que, no final, a luz de Deus prevalecerá sobre as trevas, quando vemos almas inocentes apanhadas pelas tormentas deste mundo instável, nossa mente e emoções humanas reagem naturalmente com sentimentos de vulnerabilidade, medo, raiva e frustração diante das opções aparentemente limitadas de que dispomos para fazermos alguma coisa construtiva. Mas, como devotos da Fonte de amor, sabedoria e compaixão, há muita coisa que podemos fazer.

Em primeiro lugar, precisamos lembrar que não estamos sozinhos. No sagrado Bhagavad Gita, o Senhor nos assegura: “Sempre que a virtude declina e o vício predomina, Eu Me encarno como Avatar. Apareço em forma visível, era após era, para proteger os virtuosos e destruir a prática do mal a fim de restabelecer a justiça.” Nosso venerado guru, Paramahansa Yogananda, nos recorda reiteradamente que os ensinamentos e as técnicas para a realização divina, capazes de transformar este mundo e que foram concedidas à humanidade na presente era, são a manifestação direta da divina promessa do Gita. Cabe a nós utilizá-las.

Em seguida, vamos usar a energia de nossas reações emocionais para reenergizar nosso disciplinado compromisso com o caminho da luz e da evolução ascendente. Sintonizando nossa consciência, todos os dias, com o transbordamento da graça e da verdade que vieram a nós por meio do caminho da SRF/YSS (ou de qualquer outro caminho que estejamos seguindo) – especialmente fazendo um esforço adicional na meditação e passando algum tempo no abraço de Deus – podemos transformar medo em fé, raiva em coragem tranquila e desejo de ajudar os que necessitam. E nós nos conectaremos outra vez com a divina fortaleza inerente a nossas almas, a qual pode nos erguer para além dos sentimentos de desamparo e abrir o canal para o fluxo do poder e do amor ilimitado de Deus através de nós.

Com essa abordagem geral à crise global de nossa época, emergirão as soluções específicas – individuais, sociais, políticas e certamente espirituais – de que tão desesperadamente necessitamos. Minha profunda oração por todos vocês é para que sintam essa garantia em seu coração. Como nos encorajava Paramahansaji: “Devemos tentar ser como os seres divinos que vieram à Terra várias vezes para nos mostrar o caminho. Amando-nos uns aos outros e mantendo claro o nosso entendimento, como eles ensinaram e exemplificaram, a paz virá.”

Que a vida de cada um de nós reflita a luz e o amor de Deus neste mundo,

Irmão Chidananda

Copyright © Self-Realization Fellowship. Todos os direitos reservados